Uber

José Fidalgo sofre "dano colateral" na guerra dos taxistas

José Fidalgo sofre "dano colateral" na guerra dos taxistas

Com a intenção de regressar a Lisboa, o ator José Fidalgo foi atingido esta sexta-feira à tarde com ovos e farinha na cabeça, na estação da Campanhã, no Porto, a pretexto do bloqueio dos taxistas contra a Uber.

Surpreendido, o galã da SIC sente que foi alvo de um "dano colateral" apenas por ter entrado num táxi que boicotou o protesto e sofreu o ataque dos que se insurgiram contra os "desertores" e também motoristas da rival Uber.

Contactado pelo JN, Fidalgo reconheceu que não seria ele o alvo da fúria dos taxistas que, ao verem um táxi chegar com passageiros, atiraram o saco com farinha e ovos à sua cabeça: "Não acredito que me quisessem atingir, mas a verdade é que o fizeram".

Horas após o incidente, o ator recorda que o taxista que o transportava mostrou alguma relutância em aproximar-se da estação, talvez adivinhando o pior. Mas "tinha que sair. E quando saí fui atingido por o que me pareceu um saco de ovos e farinha, na cabeça", conta.

Surpreendido por algo que condena, José Fidalgo lembra que "estamos perante uma atitude desesperada de um homem que se sente injustiçado", defendendo que há que "criar condições para que todos os operadores de transportes" trabalhem sem conflitos, além de que, "face ao que tem acontecido ultimamente, devia haver um reforço da segurança, até porque cabe à polícia manter a ordem pública".

Com muitas viagens à Invicta, onde tem amigos e vive o filho Lourenço com a mãe, Fidalgo levou, desta vez, para Lisboa uma história com que não contava, mas espelha a atualidade do país.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG