Processo

Kanye West proibido de fazer músicas sobre Kim Kardashian 

Kanye West proibido de fazer músicas sobre Kim Kardashian 

Depois do anúncio, começam a ficar a público algumas das condições do divórcio do rapper e da socialite, após sete anos de casamento.

O fim do casamento de sete anos de Kim Kardashian e Kanye West promete ainda fazer correr muita tinta, até porque já se começam a conhecer alguns pormenores do divórcio. Quem avançou com o pedido foi a socialite e com o apoio da família, como se soube na passada sexta-feita, e parte das condições do acordo zelam pelos seus interesses.

De acordo com o "Daily Mirror", durante dez anos, o rapper fica proibido de criar músicas sobre Kim Kardashian ou o relacionamento dos dois, como consta numa das cláusulas do processo avaliado em 2,1 milhões de dólares (cerca de 1,85 milhões de euros). Segundo a publicação, este é mesmo um ponto em destaque no documento que divide o património de ambos e trata da guarda conjunto dos quatro filhos. Mas a empresária também terá que ter cuidado com tudo o que verse o ex-marido, principalmente no reality show "Keeping up with the Kardashians", que acompanhou o dia a dia da família e também a luta de Kim para salvar o casamento.

O agora ex-casal subiu ao altar em maio de 2014, numa cerimónia em Itália, e tem quatro filhos: North, de sete anos, Saint, de cinco, Chicago, de três, e Psalm, de um. Kim Kardashian e Kanye West assinaram um acordo pré-nupcial, mas agora é preciso decidir como serão divididos os bens imobiliários. Uma fonte diz que esse assunto é pacífico e que os dois se têm entendido: enquanto ela quer ficar na mansão de Calabasas, na Califórnia, o artista pode manter-se no rancho de Wyoming.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG