Agressão sexual

Lady Gaga revela que violação a deixou grávida aos 19 anos

Lady Gaga revela que violação a deixou grávida aos 19 anos

A artista Lady Gaga revelou novos detalhes sobre a agressão sexual que sofreu quando tinha 19 anos e que a deixou grávida.

Em declarações à nova série de Oprah Winfrey e do príncipe Harry sobre saúde mental, "The Me You Can't See", Lady Gaga afirmou que foi violada por um produtor musical que a deixou grávida, ainda adolescente.

"Eu tinha 19 anos, estava a trabalhar na indústria e um produtor disse-me 'Tira a roupa'", contou a cantora, citada pelo "The Guardian". "Eu disse que não. E fui embora e disseram-me que iam queimar toda a minha música. E não pararam. Não pararam de me pedir [para tirar a roupa] e eu paralisei e - nem me lembro".

"A pessoa que me violou deixou-me sozinha numa esquina", revelou a acantora, que não mencionou o nome do produtor. "Nunca mais quero confrontar aquela pessoa", afirmou.

Gaga tinha falado pela primeira sobre o ataque durante uma entrevista a Howard Stern, em 2014. Um ano depois, a artista disse que não tinha contado a ninguém "durante sete anos. Não sabia como aceitar. Não sabia como não me culpar ou pensar que era culpa minha. Isto mudou quem eu era completamente. Mudou o meu corpo, mudou os meus pensamentos. "

Segundo a cantora, os ataques deixaram-na com transtorno de stresse pós-traumático.

"Nunca lidei com isso e, de repente, comecei a sentir uma dor incrível e intensa por todo o meu corpo, que imitava a doença que senti depois de ser violada", contou Lady Gaga a Oprah em 2020.

PUB

No programa "The Me You Can't See", a artista explicou ainda que sofreu um "surto psicótico".

Cerca de dois anos depois de sobreviver ao ataque, Lady Gaga lançou o seu primeiro álbum "The Fame", em 2008, e tornou-se um sucesso global, com cinco álbuns que chegaram ao número 1 de vendas nos Estados Unidos desde então.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG