O Jogo ao Vivo

Consagração

"Leoas" ao lado dos campeões na hora de celebrar o título

"Leoas" ao lado dos campeões na hora de celebrar o título

Em Alvalade, craques do Sporting levantaram o caneco com as famílias por perto. Nas ruas ou em casa, os famosos juntaram-se à festa verde e branca.

"Onde vai um vão todos" tornou-se o slogan da época, por isso, anteontem à noite, familiares e amigos estiveram em Alvalade para, 19 anos depois, celebrarem a conquista do campeonato nacional pelo Sporting. Depois da vitória (1-0) contra o Boavista que confirmou o título, chegou a hora da festa verde e branca. Na hora da consagração, as mulheres e namoradas juntaram-se aos craques, depois de uma época em que se estiveram na primeira fila (mesmo que na retaguarda) para os apoiar.

Melhor marcador da equipa e na corrida à bola de prata, Pedro Gonçalves partilhou a taça com a namorada, Bruna Rafaela. "O meu orgulho", confessou a futura médica em pleno relvado. Para Patrícia Palhares, a noiva do médio João Palhinha, "momentos como estes são instantes que iremos sempre levar na memória". "Tão feliz por ti, amor", acrescentou a cantora. O mesmo sentimento viveu Elisabeth, a noiva do lateral Porro.

No meio da euforia, o guarda-redes Antonio Adán agradeceu à mulher, Ana Mamore que, pela primeira vez, levou o filho do casal, Antonio, de um mês e meio, ao estádio. Regressado ao futebol português para terminar a carreira depois de várias temporadas a jogar na Turquia, João Pereira também dividiu os louros com a mulher, Natacha Esmail, o filho Gabriel e os pais, Adelino e Maria Manuela Pereira.

Naquela que foi a grande conquista como presidente do Sporting, Frederico Varandas seguiu para o Marquês na companhia da mulher, Katarina Larsson, que é triatleta do clube. Mais discreto no que respeita à vida pessoal, o treinador Rúben Amorim não resistiu a puxar a mulher, Maria João Diogo, para dançar a marcha sportinguista, como se vê em vídeos que circulam nas redes sociais.

No meio dos adeptos que saíram à rua, viram-se muitos famosos que nunca esconderam a paixão clubística. É o caso da atriz Margarida Corceiro, de 18 anos, que jamais tinha visto o Sporting campeão. Já a ceramista Anna Westerlund honrou a memória do noivo, o ator Pedro Lima, falecido o ano passado, com quem aprendeu que "o desporto é isto, nunca desistir e persistir". "É união", concluiu, resumindo muito do que é a base do sucesso da era Amorim na Academia e que foi mote dos festejos, após jejum de quase duas décadas.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG