Reino Unido

Meghan e Harry. Rainha proíbe títulos reais na marca Sussex

Meghan e Harry. Rainha proíbe títulos reais na marca Sussex

Duques vão deixar de representar a família real oficialmente a partir de 1 de abril.

Um mês depois de Meghan Markle e o príncipe Harry terem acordado afastar-se da família real para serem financeiramente independentes e viverem fora do Reino Unido, já se sabe que o casal perderá todas regalias reais a partir de 1 de abril.

Consumado o "Megxit", deixarão de representar a rainha Isabel II em atos oficiais e também perderão o escritório que tinham no Palácio de Buckingham, pelo menos nos primeiros 365 dias. A imprensa internacional avança que o modelo pode ser revisto um ano após a entrada em vigor. O jornal "The Guardian" adianta que um porta-voz confirmou que o casal vai manter os títulos de "Sua Alteza Real", só não os podendo usar "ativamente".

Horas antes tinha vindo a público que a monarca dava os primeiros passos para proibir o uso da marca "Sussex Royal". Isto porque, segundo apurou a revista "Hello", "o uso da palavra real neste contexto tem de ser revisto". "As conversações estão em curso e os detalhes serão partilhados no seu devido tempo", acrescentou a publicação. O casal solicitou o registo comercial do termo "Sussex Royal" no Reino Unido, para a comercialização de material de merchandising, campanhas e angariações solidárias.

Além disso, também o usaram para criar um site que veio complementar a conta que têm no Instagram. Mas tudo pode mudar caso avance o veto de Isabel II para quem "tudo o que tenha o nome "real" [royal] deve sempre permanecer exclusivamente nas mãos do soberano".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG