Estilo

Moda com simbolismo na tomada de posse de Biden

Moda com simbolismo na tomada de posse de Biden

Num dia histórico para a América, a indumentária das protagonista voltou a estar em destaque. Kamala Harris vestiu roxo, uma cor que enaltece o poder feminino.

O dia 20 de janeiro oi marcado pela tomada de posse do 46.° presidente dos Estados Unidos Joe Biden, e da primeira mulher na vice-presidência, Kamala Harris e mais uma vez os holofotes debruçaram-se sobre a imagem dos protagonistas. Todos, sem exceção, apostaram em designers americanos, numa implícita afirmação patriótica, e as maiores atenções viram-se para as mulheres, com Kamala na linha da frente, até pelo cargo importante que assumiu.

A nova vice-presidente vestiu um longo casaco roxo casaco do designer Christopher John Rogers, eleito designer emergente de 2020 pelo Council of Fashion Designers of America, sobre um vestido criado por Sergio Hudson, outro jovem estilista negro em ascensão. A cor roxa simbolizou uma mensagem de união (até por resultar da mistura do vermelho, que representa o Partido Republicano, e do azul, símbolo do Democrata, e está também associada ao movimento sufragista, podendo ser vista como uma homenagem às mulheres que abriram o caminho que permitiu eleger Kamala Harris. A mesma tonalidade foi eleita por Michelle Obama: a antiga primeira-dama exibiu um look marsala também assinado por Sergio Hudson. A antecessora Hillary Clinton foi na mesma linha, optando por um coordenado violeta da Ralph Lauren.

Azul, cor simbólica
A mulher do atual presidente, Jill Biden, utilizou um casaco de "tweed" de lã azul oceano, por cima de um vestido da estilista Alexandra O"Neill, fundadora da Markarian. "A cor azul foi escolhida para simbolizar confiança e estabilidade", explicou a marca. Foi também a preferência de Melania Trump há quatro anos, quando Donald Trump tomou posse, mas agora a professora de 69 anos aproximou-se mais do estilo de Jackie Onassis em 1961.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG