Gente

Os hábitos estranhos das celebridades

Os hábitos estranhos das celebridades

Há quem tenha a compulsão de arrancar as pestanas, quem mastigue a comida dos filhos e quem brinque com "barbies". O jornal "Huffington Post" criou uma lista com os hábitos singulares de alguns famosos.

O diário norte-americano "Huffington Post" fez uma lista de nove hábitos estranhos de celebridades, a começar por Olivia Munn.

A atriz da série "Newsroom" revelou recentemente que arranca as pestanas, porque sofre de um transtorno de controlo dos impulsos.

A modelo e atriz Alicia Silverstone, que entrou no videoclip "Cryin", dos Aerosmith, confessou mastigar a comida do filho, Bear Blu, antes de o alimentar. Já Johnny Depp, pai de duas crianças, prefere brincar com bonecas Barbie, pois "é uma coisa ótima para se fazer com os filhos".

A atriz Mila Kunis, que participou no filme "Black Swan", é viciada no jogo "World of Warcraft". Kunis chegou mesmo a desinstalar o jogo do computador para tentar acabar com a adição.

Jason Segel, o "Marshall" da conhecida série "Foi Assim que Aconteceu", tem uma grande coleção de fantoches.

"Graças a Deus que tenho uma casa um bocado maior agora, porque tenho um quarto que é só para fantoches, praticamente. Mas durante muito tempo morei num apartamento que estava repleto de fantoches. É por isso que ainda estou solteiro", contou Segel à revista "New York".

PUB

Por sua vez, a atriz Jane Lynch, a "Sue Sylvester" da série "Glee", revelou ter sido viciada em xarope para a tosse, após deixar de beber.

O famoso Simon Cowell, jurado em programas como "American Idol" e "The X Factor", contou à revista "GQ" que sobe às árvores todos os dias. "É como um ritual", disse o empresário.

Gwyneth Paltrow, atriz, revelou à "Harper's Bazaar" que, na altura de dar banho aos dois filhos, gosta de se meter na banheira com eles.

A também atriz Cameron Diaz teve que viver com um distúrbio obssessivo-compulsivo, que a levava a tentar abrir as portas com os cotovelos só para não tocar nas maçanetas, que, por serem limpas tantas vezes, já não tinham a pintura. Entretanto Diaz melhorou do distúrbio há uns anos, refere o "Huffington Post".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG