Música

Pai de Britney Spears está a "arrastar" tutoria, acusam os advogados

Pai de Britney Spears está a "arrastar" tutoria, acusam os advogados

Os advogados de Britney Spears acusam o pai da cantora de se "arrastar" a abandonar o cargo de tutor. Jamie Spears exige uma compensação de aproximadamente dois milhões de euros para pagar despesas.

Depois de aceitar abandonar o cargo de tutor, no início de agosto, Jamie Spears foi acusado de demorar muito tempo a deixar a tutela. Os advogados da cantora revelaram que o pai da cantora exige, agora, aproximadamente dois milhões de euros para pagar despesas com advogados e assessores.

De acordo com a Reuters, Mathew Rosengart, advogado de defesa de Britney, afirma que "a tentativa de Jamie Spears de regatear a sua suspensão e remoção do processo em troca de cerca de aproximadamente dois milhões de dólares em pagamentos, depois do restante dinheiro que já retirou, não deve ser tida em conta". O advogado admite ainda que "Britney Spears não vai ser extorquida" e pede que o tutor cesse funções imediatamente.

Jamie Spears, de 69 anos, aceitou, em agosto, abrir mão do controlo da fortuna da artista, avaliada em cerca de 60 milhões de euros. Contudo, não disse realmente quando iria deixar o cargo de tutor, afirmando que queria que as despesas com advogados fossem aprovadas pelo tribunal para serem pagas. São custos que, à luz da tutela, devem ser assegurados pela artista.

Britney luta pelo fim da tutoria desde 2008, sendo que o pai tem o controlo de todo o património financeiro e de vários aspetos da vida pessoal da filha. A artista não pode utilizar livremente o seu dinheiro, nem assinar qualquer documento sem autorização prévia. Para além disso, não pode casar nem engravidar, uma vez que não tem autorização para retirar o DIU que usa.

A próxima audiência do processo em tribunal está marcada para 29 de setembro.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG