Gente

Paulo Coelho diz que um médico lhe deu 30 dias de vida, em Novembro

Paulo Coelho diz que um médico lhe deu 30 dias de vida, em Novembro

O escritor brasileiro Paulo Coelho confirmou, por meio de um vídeo no seu blogue oficial, que um médico lhe deu 30 dias de vida, a 28 de Novembro de 2011, após ser detectado um grave problema no seu coração. Veja o vídeo.

"O médico me deu 30 dias de vida dia 28 de Novembro do ano passado, isto (a informação) está absolutamente correto, mas deixem-me explicar", começou por dizer o escritor de 64 anos.

Segundo o autor, a sua agente e amiga Mônica Antunes, que havia perdido o pai recentemente por problemas cardíacos, insistiu que ele fizesse uma bateria de exames no coração. Paulo Coelho, então, submeteu-se a um exame minucioso que revelou o grave diagnóstico: 90% das artérias do seu coração estavam entupidas.

"Quando saí do exame e fui para o gabinete do médico, ele disse que eu iria morrer em 30 dias, por estar com 90% das artérias bloqueadas", explicou. "Não tive tempo de ficar apavorado", acrescentou o escritor.

No dia 30 de Novembro de 2011, Paulo Coelho submeteu-se a um cateterismo e a colocação de "stents" para reverter o quadro. "Graças a Deus, encontraram as duas artérias entupidas", disse aliviado.

"A grande ligação que ficou disso? Quando eu morrer, quero morrer como eu teria morrido no dia 30 de Novembro de 2011 (dia da operação). Pensando na mesma coisa, que combati o meu combate, que mantive a fé, fiz tudo o que fiz e procurei ser digno naquilo que fiz", disse.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG