Família real

Príncipe Harry processa dois jornais por alegadas escutas telefónicas ilegais

Príncipe Harry processa dois jornais por alegadas escutas telefónicas ilegais

O príncipe Harry processou dois jornais tabloides britânicos devido a alegadas escutas telefónicas ilegais, confirmou o palácio de Buckingham.

A imprensa britânica informou na sexta-feira à noite que Harry tomou medidas legais contra os jornais "Sun" e "Mirror".

O Palácio de Buckingham confirmou este sábado, numa declaração, que queixas sobre "interceção ilegal de mensagens de correio de voz" foram registadas em nome de Harry.

O Palácio recusou-se a acrescentar mais pormenores, "dado que os detalhes das queixas não são ainda públicos".

O grupo noticioso News Group Newspapers, dono do "Sun", reconheceu a ação do príncipe em tribunal.

Estes casos intensificam a luta de Harry contra os tabloides britânicos.

No passado domingo, Meghan Markle, casada com Harry e duquesa de Sussex, processou o "Mail" por suposta violação de direitos autorais e outras violações civis, depois de este jornal ter publicado uma carta que a duquesa escreveu ao pai.