Entrevista

Ricardo Pereira: "A música sempre foi uma paixão"

Ricardo Pereira: "A música sempre foi uma paixão"

Na nova novela da SIC, "Amor, amor", ator dá vida a Romeu Santiago, um cantor popular que vai dar que falar para além dos palcos.

Aos 41 anos, Ricardo Pereira promete surpreender num registo bem diferente daqueles com que, em 20 anos de carreira, entrou em casa dos portugueses. Na novela que a SIC vai estrear na segunda-feira (Amor, amor), ele é Romeu Santiago, um cantor de música popular e dono de uma editora, natural de Penafiel, cidade que tem acolhido a produção.

Gravar fora de Lisboa, a par de um guião que destaca a cultura portuguesa "tem sido intenso, mas muito gratificante", afirma o ator ao JN. O papel foi um desafio, até porque canta de verdade. Romeu "enquadra-se na música popular, nas baladas, mas também canta aquelas músicas que dançamos nos bailaricos", antecipa o protagonista, pronto para conquistar fãs. Mesmo "com falhas, à semelhança de qualquer ser humano", ele abre assim as portas ao talento vocal. Na vida real, os filhos, Vicente, Francisca e Julieta, já sabem as letras que vão animar a história.

A novela tem obrigado a "um trabalho árduo, com aulas de voz e muito acompanhamento do Toy, diretor musical do projeto e autor das músicas originais", conta Ricardo. Perfeccionista, ainda pediu "ajuda a amigos como Tiago Bettencourt, Tony Carreira ou Matias Damásio. Era importante ter o feedback deles", em prol de "uma personagem singular".

Levar personagem ao Brasil

"Amor, amor" vai para o ar na virada de um ano atípico e Ricardo Pereira acredita que "é o projeto certo para trazer uma energia boa para um 2021". Curiosamente, se não fosse a pandemia, o galã não teria passado os últimos meses em Portugal, pois havia planos no Brasil após o fim da novela "Éramos seis", da Globo. A conjuntura permitiu aceitar o convite de Daniel Oliveira, diretor-geral de Entretenimento da Impresa, "e ainda bem". "Estou muito embevecido e ansioso por mostrar o resultado final", confessa. Do outro lado do Atlântico, onde escolheu viver, Ricardo tem projetos, mas o presente é por cá e a "viver a 300% o Romeu".

Numa conversa com jornalistas, Daniel Oliveira deixou no ar a possibilidade de "Amor, amor" fazer uma digressão no verão. Caso aconteça, Ricardo está pronto para andar pelo país e até "levar Romeu Santiago a terras brasileiras". "Faz todo o sentido. Comecei a cantar, agora não há limites", conclui, determinado a fazer vingar o seu artista "para além da televisão".

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG