Partilha

Rodrigo Trindade: Sem tabus na ficção

Rodrigo Trindade: Sem tabus na ficção

Pela segunda vez, ator vive paixão homossexual em novela. Na vida real Marta Peneda é o seu amor.

Só entrou na novela "Na corda bamba", na TVI, quando "Lúcia" (interpretada por Dalila Carmo), a mãe na ficção, já tinha mostrado que não olhava a meios para atingir os seus objetivos, mas Rodrigo Trindade, de 25 anos, não tardou a impor presença na história de Rui Vilhena. Interpretar "Gabriel" tem sido, para o ator, "um desafio incrível, com cenas de muita intensidade emocional agora mais para o fim".

Na história, a sua personagem apaixona-se por "Leonardo" (Frederico Barata), com quem Rodrigo acabou "por desenvolver uma ligação também muito gira fora das gravações". "Gostamos muito de conversar e isso ajuda a que a relação no plateau seja mais forte, se bem que ali estamos apaixonados um pelo outro e na vida real isso não aconteça".

PUB

Os dois já se beijaram, mas as cenas íntimas não incomodam o ator. "É trabalho", diz. Aliás, esta é a segunda vez que Rodrigo vive uma personagem homossexual: já tinha sido "André", ao lado de Joaquim Hora, em "Coração d'ouro", novela que a SIC transmitiu em 2016.

Na vida real, Rodrigo namora com a atriz e cantora Marta Peneda. "Ela é a minha grande companhia, a minha maior amizade e o meu grande amor", confessa, assumindo-se totalmente rendido à relação de quase dois anos.

Ansioso por férias

Reservado, o ator não gosta de se expor e vê na fama apenas "a consequência de ter a sorte de trabalhar em televisão". Ainda a gravar, espera resposta para novos projetos. "Agora, estou focado no "Gabriel" e ansioso por férias. Foi um projeto cansativo a nível emocional. Tenho saudades de voltar a treinar, com uma rotina mais organizada", frisa.

Voltar ao palco e ao teatro está entre os planos, até porque foi onde tudo começou. Rodrigo não gosta de comparar, mas assume que "o teatro tem uma magia que, de vez em quando, deixa saudades". O clique para a representação aconteceu quando andava a estudar. "Estava no Alentejo - onde os meus avôs vivem em Estremoz -, quando a minha mãe perguntou o que queria fazer da vida. E começou a falar que, há anos, tinha feito uma peça escolar em que era agricultor e que tinha muito jeito. Acabei por me inscrever num curso de teatro amador em Almada, fiz provas para todas as escolas de teatro, entrei na Escola Profissional Teatro de Cascais e nunca mais parei".

A estreia em televisão aconteceu, aos 19 anos, quando ainda estava no primeiro ano do Conservatório e foi escolhido para protagonista da novela "Mundo ao contrário", agora em reposição na TVI, ao lado de Sara Barradas. "Estava muito nervoso. Hoje , ao rever as cenas, noto que estava pouco solto", conclui.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG