Política

Acordo mantém Portas no Governo com coordenação da área económica

Acordo mantém Portas no Governo com coordenação da área económica

O primeiro-ministro Pedro Passos Coelho apresentou esta sexta-feira, ao final da tarde, ao presidente da República "o entendimento político alcançado com o líder do CDS-PP". O acordo alcançado após várias reuniões entre os dois líderes partidários e que terá que ser aceite por Cavaco Silva mantém Paulo Portas no Governo como vice-primeiro-ministro com a coordenação da área económica.

Para substituir o líder do CDS nos Negócios Estrangeiros o acordo alcançado aponta o embaixador Nuno Brito, ex-assessor de Durão Barroso e que assegura a representação em Washington. O JN apurou ainda que o vice-presidente do PSD Jorge Moreira da Silva deverá ficar na pasta do Ambiente, o que significa que o "super ministério" de Assunção Cristas perde algum peso.

A grande dúvida continua a ser a manutenção, ou não, de Maria Luís Albuquerque na pasta das Finanças, já que terá sido a sua nomeação para substituir Vítor Gaspar a espoletar a crise que conduziu ao pedido de demissão de Paulo Portas e à crise política dos últimos dias.

A reunião entre Passos Coelho e Cavaco Silva durou perto de uma hora e meia e terminou cerca das 20 horas sem que, no entanto, se conheça em detalhe todo o conteúdo do acordo que foi apresentado ao presidente da República. cabe, agora, a este aceitar ou não a solução que lhe foi apresentada por Passos Coelho.

De acordo com uma fonte do gabinete de Pedro Passos Coelho, as direções do PSD e do CDS-PP vão ter uma reunião este sábado ao final da tarde, na sequência da qual será feita uma declaração ao país.

Após mais uma série de encontros de negociação com Paulo Portas, o primeiro-ministro deixou, cerca das 18 horas, a sua residência oficial rumo ao Palácio de Belém para apresentar a Cavaco Silva uma solução de coligação que permita manter o Governo e resolver a crise política que se vive desde a demissão do ministro Vítor Gaspar.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG