Política

Autarcas socialistas do Norte contra concurso para escolha de presidente da CCDR-N

Autarcas socialistas do Norte contra concurso para escolha de presidente da CCDR-N

Os presidentes de câmara socialistas do Norte opuseram-se, esta segunda-feira, à escolha do presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte através de concurso, instando o Governo a assumir a responsabilidade e a nomeá-lo.

Numa conferência de imprensa realizada no final da cimeira que reuniu, esta segunda-feira, no Palácio do Freixo, no Porto, os 40 presidentes de câmara socialistas do Norte, o presidente da concelhia do PS/Porto e candidato à autarquia, Manuel Pizarro, criticou "a situação insustentável, lamentável, ofensiva para o Norte e prejudicial para o país" da CCDR-N.

"O Governo anuncia agora uma espécie de concurso para nomear o presidente da CCDR. Nós opomo-nos completamente a essa solução que transforma a CCDR numa espécie de secretaria administrativa, não honra uma grande tradição de presidentes da comissão de coordenação, que deram voz à região pela sua capacidade técnica e pela sua autoridade política", enfatizou.

Os presidentes de câmara socialistas do Norte instam por isso "o Governo a assumir a sua responsabilidade e a nomear, em diálogo e auscultação da região - nomeadamente dos autarcas - uma direção da CCDR que corresponda às dificuldades que a região Norte atravessa".

"Região Norte que é a região mais pobre do país, cujos índices de riqueza mais se afastam da média europeia, uma região onde o desemprego é ainda superior ao escandaloso número do desemprego nacional", observou.

Na opinião de Manuel Pizarro, "é sempre tempo para que as boas decisões sejam tomadas e é sempre tempo para que as más decisões sejam corrigidas".

"Esta é a nossa mensagem. Nós vamos, naturalmente, fazê-la chegar à opinião pública e fazê-la chegar também ao Parlamento e aos locais adequados para que o país todo possa perceber que esta é a opinião dos 40 presidentes de câmara socialistas do Norte, que não desejam ver a comissão de coordenação transformada numa mera repartição burocrática e administrativa", garantiu.

PUB

O candidato do PS à Câmara do Porto - o anfitrião desta cimeira de presidentes de câmara do PS - recordou ainda que "o atual Governo demorou quase um ano a nomear uma direção para a CCDR-N", tendo o presidente nomeado, Duarte Vieira, morrido em fevereiro deste ano.

"E o Governo há alguns meses que mantém de novo a comissão de coordenação num estado praticamente moribundo, afastada da preparação do quadro comunitário 2014-2020 que é sempre muito importante para a região, mas que é especialmente relevante num contexto de enorme escassez de recursos para o investimento público, tão necessário para a recuperação da nossa economia e para o crescimento e para o combate ao desemprego", condenou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG