Política

Belém acentua pressão sobre os partidos

Belém acentua pressão sobre os partidos

O presidente da República quer que PSD, CDS e PS cheguem rapidamente a um compromisso, mas não fixou uma data concreta. A realização de eleições não é um cenário excluído, caso não se entendam.

Nem três dias, nem três semanas". A expressão de fonte de Belém, acerca do posicionamento de Cavaco Silva sobre o "compromisso de salvação nacional" que desafiou os três maiores partidos a firmarem, revela que, pressionando para um acordo, não impôs um prazo tão curto que o possa inviabilizar.

É nesse sentido que a mesma fonte desmente a notícia, onde divulgada, segundo a qual o presidente fixou a próxima quarta-feira como data limite para o entendimento, uma vez que para o dia seguinte está prevista uma deslocação às ilhas Selvagens.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG