Política

Cavaco apela a investimento de empresas portuguesas em Timor-Leste

Cavaco apela a investimento de empresas portuguesas em Timor-Leste

O Presidente da República, Cavaco Silva, apelou esta segunda-feira a mais investimento português em Timor-Leste, país que diz ter um "futuro económico mais risonho do que nunca".

No início de um almoço com empresários portugueses e timorenses em Díli, que encerrou um seminário empresarial, Cavaco Silva salientou que todos os investimentos económicos já existentes em Timor-Leste contribuíram "de forma insubstituível para o reforço da parceria estratégica entre Portugal e Timor".

"Acredito que a vossa visão estratégica sobre o futuro deste povo e desta economia será benéfico para as vossas empresas. Espero que o vosso exemplo traga outros atores portugueses para Timor e para esta região", apelou.

Cavaco Silva, que termina na terça-feira uma visita de Estado a Timor-Leste, apontou as oportunidades da economia local.

"O futuro económico de Timor-Leste apresenta-se, hoje, mais risonho do que nunca. O Plano Estratégico de Desenvolvimento Nacional para os próximos 20 anos almeja fazer de Timor-Leste um país de rendimento médio. A expetativa da exploração das reservas timorenses de hidrocarbonetos abre, de facto, um horizonte de esperança que importa preservar", disse.

O chefe de Estado alertou, contudo, que "para os timorenses, o desafio será usar esta riqueza de forma eficiente e em benefício de todos, incluindo as gerações futuras".

Lembrando as várias formas de cooperação entre Portugal e Timor-Leste, o Presidente lamentou que o peso de Portugal no investimento e no comércio externo daquele país seja ainda diminuto.

PUB

"A distância geográfica não ajuda. Mas a proximidade cultural e a confiança mútua são reais. As oportunidades existem e estou convencido de que tenderão, no quadro do Plano Estratégico de Desenvolvimento, a multiplicar-se", defendeu.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG