Política

Confederação do Turismo pede à 'troika' redução de IVA para golfe e restauração

Confederação do Turismo pede à 'troika' redução de IVA para golfe e restauração

A Confederação do Turismo Português defendeu perante a 'troika' na segunda-feira a redução do IVA no golfe e na restauração, anunciou a entidade com assento na concertação social.

Em comunicado, a Confederação do Turismo Português (CTP) disse ter procurado sensibilizar os representantes da 'troika' (Banco Central Europeu, Comissão Europeia e Fundo Monetário Internacional) para o aumento do orçamento do Instituto de Turismo de Portugal, bem como para o papel que o setor pode desempenhar na discussão sobre a privatização da TAP.

"O Orçamento do Estado português para 2013 deverá adotar algumas medidas favoráveis à atividade turística, uma vez que esta atividade é crucial para o aumento da riqueza do país e para criação de emprego", afirmou o presidente da CTP, Francisco Calheiros, acrescentando que o acréscimo do IVA este ano "foi a razão de muitas falências".

Os parceiros sociais reuniram-se na segunda-feira com a 'troika' (Fundo Monetário Internacional, Comissão Europeia e Banco Central Europeu), no âmbito da quinta avaliação do programa de assistência económica e financeira a Portugal.

A CTP apelou, ainda, a que sejam encontradas "formas alternativas de financiamento que impeçam a falência de inúmeras empresas", apesar de reconhecer que têm surgido sinais positivos por parte da banca.

"Sobre a privatização da TAP, um assunto bastante complexo e difícil de gerir, considerando a situação financeira do nosso país, a CTP considera ser fundamental, qualquer que seja a decisão do Governo, ter em conta o impacto económico no turismo português", disse Francisco Calheiros, em comunicado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG