Política

Cortes de quatro mil milhões na despesa serão apresentados em fevereiro

Cortes de quatro mil milhões na despesa serão apresentados em fevereiro

O ministro das Finanças, Vítor Gaspar, prevê apresentar em fevereiro o plano para "cortes estruturais na despesa na ordem de quatro mil milhões de euros".

Gaspar anunciou esta data durante uma audiência perante a comissão parlamentar de acompanhamento do programa de assistência a Portugal, a decorrer esta terça-feira.

Fevereiro é a data do sétimo exame regular da 'troika'; no final deste mês, terá início o sexto exame, com a visita de missões das organizações internacionais.

"No pilar da consolidação orçamental, este exame regular [o sexto] é marcado pela necessidade de começar o processo que conduzirá à identificação de cortes estruturais da despesa na ordem dos 4.000 milhões de euros", disse Gaspar. "Serão identificadas com os parceiros [Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional] opções para cortes estruturais na despesa no âmbito da avaliação global das funções do Estado."

Este processo, disse ainda o ministro, vai "beneficiar dos resultados da missão técnica de especialistas do FMI e do Banco Mundial, que está prestes a ser concluída". Será esta missão técnica a fazer "o primeiro diagnóstico sobre a despesa pública em Portugal".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG