Política

Este "é um Orçamento de salvação nacional"

Este "é um Orçamento de salvação nacional"

Luís Montenegro, líder parlamentar do PSD afirmou, esta sexta-feira no discurso de abertura das jornadas conjuntas com o CDS, de que o Orçamento de Estado para 2013 "é muito duro, muito difícil e muito exigente", mas é também o orçamento necessário e que melhor serve os interesses do país.

"É, de facto, um orçamento de salvação nacional", frisou Luís Montenegro, que aproveitou o discurso para renovar as críticas ao PS, pelas posições que tem adotado.

"O Partido Socialista pode querer que a sua assinatura seja invisível, mas é indelével a ligação das opções que hoje tomamos com os desvarios dos governos socialistas. Por isso, o voto contra do PS no Orçamento de Estado só torna mais clamorosa a irresponsabilidade e a leviandade do principal partido da Oposição", argumentou.

Sobre a coligação, o líder parlamentar social-democrata garantiu de que PSD e CDS estão conscientes das diferenças e não as ignoram. "Mas as nossas diferenças são sempre o ponto de partida para o trabalho de construção de soluções comuns", rematou.