Política

"Este Governo não vai pedir mais dinheiro nem mais tempo, vai cumprir o que está acordado" com a "troika"

"Este Governo não vai pedir mais dinheiro nem mais tempo, vai cumprir o que está acordado" com a "troika"

O primeiro-ministro reiterou, esta sexta-feira, que o Governo "não vai pedir mais dinheiro, nem mais tempo" para cumprir o programa de assistência económica e financeira e afirmou que na Europa "há respeito e confiança" pelo caminho seguido por Portugal.

"Este Governo não vai pedir mais dinheiro, nem mais tempo, este Governo vai cumprir o que está acordado e que foi iniciado há cerca de oito meses atrás", afirmou Passos Coelho.

Passos acrescentou que o Governo "fará isto convencido de que assim defende os interesses dos portugueses, a credibilidade de Portugal e que conseguirá atingir o patamar necessário para poder vencer esta crise e retomar para Portugal um caminho de crescimento que seja mais sustentado do que aquele que tivemos nos últimos dez anos".

Pedro Passos Coelho falava no debate quinzenal, na Assembleia da Republica, depois de ter sido questionado pelo líder do PS, António José Seguro, sobre a conversa entre o ministro das Finanças português e alemão.

Nessa conversa, o ministro alemão Wolfgang Schauble disse a Vítor Gaspar que se for necessário reajustar o programa de assistência a Portugal, a Alemanha está preparada, algo a que o governante português respondeu com um "isso será muito apreciado".

Para o chefe do executivo PSD/CDS-PP, a conversa entre os governantes português e alemão "prova uma coisa que toda a gente percebeu em Portugal".

"É que na Alemanha, como em muitos países parceiros europeus, há respeito e confiança com o caminho que estamos a seguir e isso é um bom incentivo para continuar", concluiu.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG