O Jogo ao Vivo

Política

"Fragmentação seria um desastre para a Europa", diz Durão Barroso

"Fragmentação seria um desastre para a Europa", diz Durão Barroso

O presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, defendeu esta quinta-feira que a "fragmentação seria um desastre para a Europa", e tal representaria uma derrota económica e política que teria impacto para além do espaço europeu.

"Não devemos permitir que novas linhas de divisão se formem na Europa. Nunca devemos esquecer que a pior ameaça que pode atirar a Europa para baixo é a da sua divisão. Não vamos ficar parados e deixar que esta ameaça se materialize", defendeu o presidente do executivo comunitário em Wroclaw, na Polónia, onde hoje recebeu o grau Honoris Causa da Universidade de Tecnologia local.

"Esta é uma luta pelo futuro económico e político da Europa. Esta é uma luta pelo que a Europa representa no mundo. Esta é uma luta pelos valores europeus. Esta é uma luta que não podemos perder", acrescentou Barroso.