Política

Governo diz que reduziu parque automóvel de 35 para 22 viaturas

Governo diz que reduziu parque automóvel de 35 para 22 viaturas

O gabinete do primeiro-ministro diminuiu o parque automóvel das 35 viaturas existentes para as atuais 22, num processo de redução que ainda prossegue, disse este domingo fonte oficial.

A mesma fonte esclareceu que o gabinete de Pedro Passos Coelho não adquiriu carros novos e encontrou um parque automóvel de 35 viaturas atribuído aos serviços do primeiro-ministro, que foi reduzido em mais de um terço, para 22.

Segundo um relatório da Agência Nacional de Compras Públicas, o parque automóvel do Estado era composto, no final de 2011, por 27.692 veículos, menos 658 do que no ano anterior, uma redução de 2,3 por cento.

No final de 2011, segundo o mesmo relatório, os veículos do Estado estavam atribuídos na sua maioria a polícias e militares, mas havia centenas de outros serviços com carros públicos, incluindo o Serviço de Informações de Segurança (144 veículos) ou o gabinete do primeiro-ministro (31).

A fonte do gabinete do primeiro-ministro esclareceu que a redução do parque automóvel dos serviços do chefe do Governo passou por uma redistribuição, como os carros elétricos que foram atribuídos ao programa Escola Segura.

Referiu também que a maioria do parque automóvel do gabinete é atualmente constituído por viaturas adquiridas, já pagas, ou apreendidas, que reverteram a favor do Estado, com matrículas entre 1998 e 2011 e com uma média de 300 mil quilómetros. Oito das viaturas estão a ser pagas em regime de Aluguer Operacional de Veículos.

Ainda segundo a mesma fonte, o gabinete do primeiro-ministro reduziu para metade o número de motoristas, sendo a maior parte dos dispensados agentes da PSP que regressaram às respetivas esquadras.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG