Política

Governo perde popularidade mas PS não é alternativa

Governo perde popularidade mas PS não é alternativa

A perceção que os portugueses têm do Governo é cada vez menos favorável, mas o PS perde credibilidade como alternativa. Aparentemente contraditórias, são estas as conclusões da sondagem da Universidade Católica para a RTP, divulgada quarta-feira à noite.

Mais de seis em cada dez inquiridos consideram mau ou muito mau o desempenho do Executivo de Passos Coelho. Na última sondagem, em setembro, 46% davam respostas deste tipo. Porém, grande parte das pessoas que não emitia opinião passou a pronunciar-se num sentido negativo.

Embora a percentagem de inquiridos que considera o atual Governo melhor do que o anterior tenha subido ligeiramente, as perspetivas quanto ao futuro não são risonhas - menos portugueses acreditam que a performance vai melhorar. Ainda assim, o PS não é encarado como porto (mais) seguro. Para três quartos dos entrevistados, não vale a pena mudar e, dos restantes, só 46% apontam os socialistas como opção.

A performance do ministro das Finanças também é avaliada. Um em cada quatro inquiridos dá nota positiva a Vítor Gaspar; um em cada cinco negativa. 43% emitem uma opinião "salomónica": a prestação não é boa, nem má.

Outros Artigos Recomendados