Crise Financeira

Cavaco considera ultrapassada hipótese de crise política que seria "dramática"

Cavaco considera ultrapassada hipótese de crise política que seria "dramática"

O presidente da República, Cavaco Silva, defendeu que a estabilidade política é "da maior importância" para Portugal, considerando estar "ultrapassada" a "eventualidade" de uma crise política, que seria "dramática" para o país.

"Cada português pode imaginar o que é que sucederia a Portugal, país que depende enormemente, todos os dias, do financiamento das instituições internacionais para o desempenho das funções do Estado, para o funcionamento das empresas e dos bancos, se juntássemos a essa situação uma crise política", alertou Cavaco Silva, em declarações aos jornalistas depois de presidir à cerimónia de inauguração das duas fábricas de Évora da construtora aeronáutica brasileira Embraer.

Contudo, Cavaco Silva disse pensar que a "eventualidade" de uma crise política "está ultrapassada".

"Seria dramático para Portugal, e cada um, de certeza, está consciente do que é que sucederia a Portugal, se juntássemos às dificuldades de financiamento externo uma crise política", argumentou.

O resultado, segundo o Chefe de Estado, aludindo indiretamente à situação da Grécia, seria apenas um: "Resvalaríamos, inevitavelmente, para a situação em que se encontra um outro país europeu".

ver mais vídeos