PS

Costa eleito secretário-geral do PS com cerca de 96% dos votos

Costa eleito secretário-geral do PS com cerca de 96% dos votos

O candidato socialista a primeiro-ministro, António Costa, foi eleito secretário-geral do PS com cerca de 22700 votos, correspondentes a 96%, anunciou na noite de sábado o presidente da Comissão Organizadora do Congresso do PS.

Joaquim Raposo anunciou estes resultados na sede do PS, no Largo do Rato, em Lisboa, perante uma sala cheia de militantes, antes de António Costa discursar pela primeira vez como secretário-geral dos socialistas.

O presidente da Comissão Organizadora do Congresso do PS ressalvou que faltavam ainda apurar os resultados de 72 estruturas, entre as quais Coimbra e Viseu.

O PS tem aproximadamente 90 mil filiados, dos quais cerca de 47 mil tinham direito a votar neste ato eleitoral, por estarem inscritos há doze meses e com quotas em dia até um mês antes do dia das eleições.

"O caderno eleitoral era de 47.727", precisou Joaquim Raposo, adiantando que, quando faltavam apurar 72 estruturas, tinham votado 23.697 militantes, dos quais 22.702 em António Costa - o único candidato ao cargo de secretário-geral do PS nestas diretas. "Neste momento, dá 96% de percentagem", disse o presidente da COC.

Quanto aos delegados que froam eleitos nestas diretas, em simultâneo com o secretário-geral do PS, Maria de Belém Roseira assinalou que em 544 das 583 estruturas do PS houve lista única, o que considerou sintomático do "clima de união" interna.

"Apenas em 42 destas estruturas houve duas listas, e em duas delas três listas. Portanto, penso que podemos estar muito satisfeitos e muito felizes por este sentido de grande união que existe", declarou a presidente do PS.

Por sua vez, Joaquim Raposo assinalou que "não houve nenhum incidente" nestas diretas e que recebeu "muito poucas, mas mesmo muito, muito poucas", reclamações, o que, considerou, "demonstra que o partido, além de coeso e unido, funciona bem".

ver mais vídeos