Política

Livre felicita Costa e convida-o a uma "convergência progressista" de esquerda

Livre felicita Costa e convida-o a uma "convergência progressista" de esquerda

O partido Livre felicitou, esta segunda-feira, António Costa pela sua vitória nas primárias socialistas e convidou o candidato do PS a primeiro-ministro a uma "convergência progressista" entre partidos e cidadãos de esquerda.

"O LIVRE apela a todos os partidos e cidadãos da esquerda para que envidem verdadeiros esforços de convergência progressista, alargando agora esse apelo ao novo candidato a primeiro-ministro do Partido Socialista", refere o partido, em comunicado.

António Costa venceu no domingo as primárias do PS ao recolher 118.454 dos 174.516 votos que os militantes e simpatizantes do partido depositaram nas assembleias de voto, segundo resultados finais provisórios da Comissão Eleitoral.

O atual presidente da Câmara de Lisboa conquistou 67,88% dos votos dos socialistas contra apenas 31,65% ou 55.239 votos de António José Seguro.

O Livre classificou as eleições do PS como "um facto de inegável relevância pela sua importância própria e pelo facto de se ter realizado segundo um método, o de primárias, de que o LIVRE foi pioneiro."

O partido salienta também a importância das legislativas em 2015 e apela aos portugueses a "fazer das próximas eleições legislativas um momento de viragem, que permita pôr a direita na oposição e acrescentar ao conjunto da União Europeia um governo que se oponha à austeridade".

O Livre é um partido recente, que nasceu em 2013, e tem como um dos fundadores Rui Tavares, ex-eurodeputado eleito em listas do Bloco de Esquerda.

O partido estreou-se nas últimas eleições europeias, onde não conseguiu eleger qualquer eurodeputado mas foi o sexto partido mais votado, com 2,18 por cento dos votos.