Política

Menezes volta atrás no candidato a Gaia

Menezes volta atrás no candidato a Gaia

Luís Filipe Menezes vai voltar a convocar a Comissão Política Concelhia do PSD/Gaia, anulando, assim, a escolha de José Guilherme Aguiar como candidato social-democrata à Câmara.

A decisão de Menezes - ainda em funções na presidência da autarquia e da concelhia de Gaia, apesar de ser candidato ao Porto - foi tomada depois de uma reunião, esta segunda-feira à tarde, em que o mesmo Menezes apontara José Guilherme Aguiar como candidato.

O atual vereador da Câmara de Matosinhos obteve sete votos a favor e sete contra numa votação secreta. Perante o empate, Menezes fez valer um voto de qualidade, anunciando José Guilherme Aguiar como vencedor. Uma decisão que inviabilizou a votação do nome de Firmino Pereira pela Comissão Política Concelhia.

Entretanto, ao final da noite, deu-se um volte face. De acordo com fonte ligada a Luís Filipe Menezes, o autarca foi "sensível aos argumentos sobre o voto de qualidade", garantindo que irá provocar novas eleições.

Uma decisão que poderá "acalmar" algumas vozes críticas quanto ao processo de escolha. Nomeadamente o atual vice-presidente da Câmara de Gaia, Firmino Pereira, que esta segunda-feira, em declarações ao JN, chegou a pedir eleições "diretas" para a escolha do candidato, considerando que seriam "a melhor forma de ouvir os militantes", pondo assim em causa o processo. Firmino, recorde-se, é referenciado num documento assinado por 14 presidentes de juntas de freguesia de Gaia eleitos pelo PSD, como "o melhor candidato".

A votação de José Guilherme Aguiar, que é o melhor colocado nas sondagens realizadas pelo PSD, foi marcada por vários incidentes. Na contagem de uma primeira votação, conseguiu uma vantagem de dois votos. No entanto, foram levantadas dúvidas sobre a atribuição de um dos oito votos favoráveis, decidindo-se fazer uma segunda votação. Foi nessa que se verificou um empate de sete votos na indicação do antigo presidente da Junta de Arcozelo.