Política

Petição dos submarinos desaparece pela segunda vez do Parlamento

Petição dos submarinos desaparece pela segunda vez do Parlamento

A petição de 10 mil cidadãos, pela reabertura da comissão parlamentar de inquérito à aquisição dos submarinos, voltou a desaparecer uma segunda vez no Parlamento. O serviços da Assembleia da República estão a verificar o que se passa com o sistema e a Secretaria-geral pediu aos peticionários, esta tarde, o documento.

Se a petição entregue a dia 22 de janeiro não tinha sido encontrada pelos funcionários parlamentares, em pouco menos de 72 horas o mesmo documento entregue pelos autores da petição voltou a não ser encontrado.

Um dos peticionários, Rui Martins, registou com sucesso esse envio, depois de alertado pelo JN, mas acabou por ser contactado esta segunda-feira, por email, pelos serviços do Parlamento para encaminhar tal documento.

O secretário-geral da Assembleia da República, Albino Soares, esclarece num comunicado que "tem estado a receber outras petições através da plataforma eletrónica, mas não aquela".

Porém, o peticionário, que é informático e autor de várias petições que nunca encontraram tais obstáculos no Parlamento, também tem a prova do segundo envio, já na sexta-feira.

Perante estes factos, Albino Soares refere que esta questão "está a ser analisada pelos seus Serviços competentes".

O JN apurou, entretanto, que a plataforma do Parlamento originará um email por cada petição que entra. Neste caso, nas duas situações, o email terá sido apagado ou poderá ter sido considerado "Spam" (email com publicidade).

ver mais vídeos