O Jogo ao Vivo

Governo

João Vieira Lopes exige "alteração da política económica" a qualquer governo

João Vieira Lopes exige "alteração da política económica" a qualquer governo

O presidente da Confederação do Comércio e Serviços de Portugal, João Vieira Lopes, prometeu, esta terça-feira, exigir uma "alteração da política económica" a qualquer governo, no "atual quadro parlamentar" ou após "novas eleições".

"Independentemente das soluções políticas encontradas, a nossa grande preocupação é a de que exista uma alteração da política económica. A manter-se uma contração da economia como a que está a existir, não vemos como é possível atuar essencialmente na área dos cortes na despesa", declarou João Vieira Lopes.

No entanto, "é necessário encontrar um conjunto de soluções alternativas no quadro europeu", afirmou o presidente da Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP), após audiência com o presidente da República, no Palácio de Belém.

João Vieira Lopes reforçou que a aposta na estimulação da economia "é o grande desafio para qualquer governo e solução governativa que o Presidente resolva", recusando pronunciar-se sobre a manutenção ou dissolução da maioria parlamentar que sustenta o Governo PSD/CDS-PP.

"Soluções europeias que dêem alguma folga à economia para haver capacidade de investimento e criação de postos de trabalho, uma baixa da carga fiscal sobre famílias e empresas e uma atenção simultânea não só à exportação mas também ao mercado interno, pois grande parte das empresas não consegue subsistir sem mercado interno, mesmo as exportadoras", foi a receita apresentada pelo líder da CCP.

Sábado, o líder do executivo e do PSD, Passos Coelho, anunciou um "entendimento sólido" com Paulo Portas, o qual se havia demitido de ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros na terça-feira, um dia após outra demissão, a do ministro de Estado e das Finanças, Vítor Gaspar.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG