Francisco Louçã

Louçã diz que BE "é o partido da solução" contra "política de morte do país"

Louçã diz que BE "é o partido da solução" contra "política de morte do país"

Francisco Louçã, que este fim-de-semana deixa a liderança do Bloco de Esquerda, afirmou, esta manhã, na abertura da VIII Convenção do partido, que só um Governo de Esquerda poderá contrariar a atual "política de destruição e de morte do país"

Segundo Francisco Louçã, o país chegou a uma situação de crise devido a "uma certeza mansa de que a política financeira nunca mudaria", e que as únicas respostas têm sido a alternância e o rotativismo, que já teve 17 anos de oportunidades.

"A troika virou a política portuguesa. Lutamos para os demitir e trazer o povo à decisão. O povo não aceita a decadência, o atraso, o empobrecimento e a destruição do país".

Para o ainda coordenador do BE, "o PS é hoje um partido só de protesto, por vezes até contra si próprio, e sem propostas". Ao contrário do BE, que "é o partido da solução".

"Queremos um Governo de Esquerda que defenda Portugal, as pensões e os salários. Não aceitamos a decadência", disse.