Política

Marcelo compara Vítor Gaspar a astrólogo

Marcelo compara Vítor Gaspar a astrólogo

Marcelo Rebelo de Sousa comparou Vítor Gaspar a um "astrólogo, que dois meses depois está a desmentir as previsões que tinha feito". No seu comentário na TVI, afirmou que o ministro das Finanças tem condições cada vez mais apertadas para continuar no Governo e que, apesar do prestígio externo, "internamente, não dá para as pessoas acreditarem nele".

Na opinião de Marcelo, abril e maio vão ser "meses complicados" para o Governo, por causa da decisão do Tribunal Constitucional sobre o OE e dos cortes de quatro mil milhões, admitindo que Cavaco Silva esteja a ponderar convocar o Conselho de Estado.

O professor entende que a troika já reconhece o fracasso das políticas de austeridade, mas não tem margem de manobra porque "a Europa está refém dos alemães".

No plano das autárquicas, criticou a falta de acordo entre o PSD e o CDS no Porto: "Na noite eleitoral toda a gente vai olhar para o Porto. Ou Menezes perde e é a hecatombe, ou Menezes ganha e o PSD ainda vai ficar a dever-lhe a grande notícia da noite".

Outras Notícias