O Jogo ao Vivo

Política

Mário Soares "preocupado" promete estudar medidas tomadas pelo Governo

Mário Soares "preocupado" promete estudar medidas tomadas pelo Governo

O antigo Presidente da República Mário Soares escusou-se, este domingo, a comentar a reunião do Conselho de Ministros realizada no Forte de São Julião da Barra, pois apesar de preocupado prefere analisar primeiro as medidas tomadas.

"Mas estou preocupado, naturalmente. Estou ainda para saber e tenho que estudar primeiro as medidas que forem tomadas", declarou Mário Soares aos jornalistas, em Coimbra.

Questionado sobre o que espera deste Conselho de Ministros informal, o antigo Presidente da República foi breve nas palavras: "Não espero nada de especial, espero que haja mais alguns cortes".

Importa "saber como é que vamos sair deste imbróglio", acrescentou.

"Não sei como é que vai ser, mas eu não sou especialmente pessimista", afirmou o fundador do PS em Coimbra, à margem de uma sessão de autógrafos do seu último livro "Um Político Assume-se", editado pela Temas & Debates.

O Governo definiu hoje os quatro principais pilares das reformas estruturais a realizar em 2012, que passam pelo reforço da concorrência e da competitividade, articulação entre Estado e economia, valorização do capital humano e confiança.

As linhas básicas da ação do executivo PSD/CDS foram apresentadas pelo ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, a meio do Conselho de Ministros informal.

PUB

Em Coimbra, na Livraria Bertrand do centro comercial Dolce Vita, estiveram muitos leitores e amigos de Mário Soares, incluindo autarcas e dirigentes locais do PS.

Participaram na sessão, entre outros, o antigo ministro dos Assuntos Sociais António Arnaut (militante nº 4 e também fundador do PS), o professor universitário e ex-deputado Rui Namorado e António Campos, que integrou o Parlamento Europeu como deputado, e Manuel Machado, antigo presidente da Câmara de Coimbra.

Outras Notícias