Política

Menezes critica "discurso doentio" de culpar Lisboa pelos problemas do Norte

Menezes critica "discurso doentio" de culpar Lisboa pelos problemas do Norte

O presidente da Câmara de Gaia, Luís Filipe Menezes, criticou o "discurso doentio" de quem atribui culpas a Lisboa pelos atuais problemas do Norte e lembrou como tem defendido a região desde "há 20 anos".

"Nós temos que ter sensibilidade em relação aos problemas do interior e do Norte, mas eu acho que o Norte precisa de quem pense no Norte" e acredite que a região "pode fazer muito por Portugal", afirmou o ex-líder do PSD, criticando "esse discurso um pouco doentio" de que "a culpa é de Lisboa".

Luís Filipe Menezes, que falava à margem da cerimónia de entrega e bênção de um veículo de salvamento e desencarceramento especial dos Bombeiros Sapadores de Gaia, comentava assim a notícia de que a Junta Metropolitana do Porto vai escrever uma carta ao primeiro-ministro sobre as diferenças nos cortes entre Lisboa e o resto do país.

"Não é correto, nem justo, olhando para o panorama nacional, vermos serviços a encerrar no interior e não haver o mesmo tipo de notícias relativamente aos grandes serviços concentrados na capital, onde se encontra a maior fatia dos funcionários públicos", enfatizou então o autarca do Porto, Rui Rio.

Luís Filipe Menezes recordou que enquanto líder do PSD - altura em que o PS "fez uma grande investida para fechar serviços públicos no interior do país" - percorreu o país a "reivindicar" que não fechassem urgências, mas, "nessa altura, não havia solidariedade nenhuma com o presidente do PSD".

Por isso mesmo, o também conselheiro de Estado frisou não ter apenas acordado "agora para a defesa do Norte e do interior" e que não é com "uma lógica de atitude piedosa de última hora que se resolve o que quer que seja em relação ao Norte".

"Há 20 anos que faço essa defesa. E não aproveito um Governo do meu próprio partido para me lembrar de criar problemas e de fazer baralhação. Sou um pouco mais solidário do ponto de vista partidário", rematou.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG