Falcon

Ministro da Defesa retido na Mauritânia por avaria do Falcon

Ministro da Defesa retido na Mauritânia por avaria do Falcon

O ministro da Defesa José Pedro Aguiar-Branco e a sua comitiva estão retidos em Nouakchott, capital da Mauritânia, onde este domingo terminou uma reunião da iniciativa 5 + 5.

No regresso para Lisboa, já com a comitiva a bordo, os pilotos da Força Aérea constataram que um dos geradores de apoio ao terceiro motor da aeronave não estava a funcionar.

Os problemas com os aviões de transportes das altas individualidades do Estado português são recorrentes, sendo conhecidos casos de avarias em viagens de Cavaco Silva, e de José Sócrates.

De referir que a frota de aviões Falcon 50 tem já mais de duas décadas (dois foram adquiridos em 1989, um em 1991), têm capacidade para 10 passageiros e três tripulantes e foram comprados para serem utilizados durante a primeira presidência da União Europeia, em 1992.

O regresso para Lisboa da comitiva do ministro da Defesa deverá ser assegurado por outro Falcon, que sairá em breve de Lisboa rumo à capital da Mauritânia, transportando uma equipa técnica com a missão de reparar o aparelho avariado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG