O Jogo ao Vivo

Debate

Passos agradece a Seguro a "ajuda" para o acordo de concertação social

Passos agradece a Seguro a "ajuda" para o acordo de concertação social

O primeiro-ministro Pedro Passos Coelho agradeceu, esta sexta-feira, no debate quinzenal da Assembleia da República, a "ajuda" do líder do PS na assinatura de um acordo em sede de concertação social.

"Muito obrigado pelo seu conselho e por ter ajudado a concluir este acordo", disse, com ironia, Passos Coelho depois de António José Seguro ter sublinhado que o primeiro-ministro tinha seguido o seu conselho de deixar cair a meia hora extra de trabalho e que, por essa via, criou condições para um acordo.

Passos Coelho abriu o debate elogiando o papel que os parceiros sociais tiveram nas negociações que conduziram à assinatura do acordo. "Tenho de reconhecer o esforço que foi realizado", frisou o primeiro-ministro, lembrando que todos os parceiros fizeram cedências.

Classificou ainda o acordo como uma "mola de transformação para a mudança". Para Passos Coelho, "não só o Estado se comprometeu com um conjunto de mudanças", mas "é também o país social que está comprometido com essas mudanças".

Embora reconhecendo que "o país está atravessar um momento crítico", Passos recordou a boa avaliação obtida junto da troika, a disciplina orçamental e a correcção do crescimento externo.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG