Política

Passos Coelho afirma empenho do Governo na preparação do período pós-troika

Passos Coelho afirma empenho do Governo na preparação do período pós-troika

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, afirmou este sábado que o Governo está a preparar o período pós-troika, considerando que o sucesso desse período dependerá das reformas que forem feitas.

"É um período que nos vai bater à porta rapidamente. A forma como estivermos preparados para lançar as ações reformistas de que o país precisa é decisiva para podermos enfrentar o período a partir de 2014 com o sucesso que todos os portugueses têm feito por merecer", declarou.

O primeiro-ministro falava na sessão de boas-vindas preparada pela Câmara Municipal de Alcobaça, antes do início da reunião informal do Conselho de Ministros.

Numa breve declaração, Passos Coelho destacou o caráter informal da reunião e o "simbolismo" dela ocorrer "praticamente dois anos após a tomada de posse do Governo, sensivelmente a um ano do país concluir o programa de assistência económica e financeira".

"Espero que este Conselho de Ministros, que decorrerá em tom de informalidade, possa ser inspirado pela história que estas paredes encerram e pelo que a pátria sonha para si própria, para os seus filhos, para os portugueses dos próximos anos", afirmou Passos Coelho.

A reunião informal do Conselho de Ministros destina-se a assinalar dois anos de governação e a estabelecer prioridades para o restante mandato, para além da análise da situação política do país.

Pedro Passos Coelho foi o último a chegar ao Mosteiro de Alcobaça, minutos depois das 15 horas, de blazer azul-escuro pendurado no braço e sem gravata, à semelhança dos restantes ministros, que também dispensaram a gravata para esta reunião informal.

O ministro da Educação, Nuno Crato, foi o único a faltar à reunião por se encontrar fora do país, em Cambridge, na abertura do 7º Encontro Anual de Estudantes e Investigadores e Portugueses no Reino Unido.

Após a sessão de boas-vindas, a convite do presidente da Câmara Municipal de Alcobaça, Paulo Inácio, os ministros tomaram uma "ginja de honra", antes de entrarem na Sala do Capítulo do Mosteiro, onde decorre a reunião.

No encontro, o ministro Miguel Poiares Maduro vai apresentar aos restantes membros do Governo uma primeira versão de um sítio eletrónico alusivo aos dois anos de governação, mais virado para os cidadãos e que não substituirá o Portal do Governo.

Segundo fonte governamental, em análise estarão um documento compilado pelo gabinete do ministro adjunto e do Desenvolvimento Regional, Miguel Poiares Maduro, que reúne iniciativas enviadas previamente por cada Ministério, e uma primeira versão, elaborada pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, do guião da reforma do Estado.

O XIX Governo Constitucional tomou posse a 21 de junho de 2011. Uma semana depois, tomaram posse os secretários de Estado.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG