Política

Passos Coelho vai receber Seguro em São Bento

Passos Coelho vai receber Seguro em São Bento

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, vai receber o secretário-geral do PS, António José Seguro, em São Bento, esta sexta-feira, às 16.00 horas.

Este encontro acontece a pedido do primeiro-ministro, adiantou fonte do gabinete do chefe do executivo à agência Lusa.

Como sucedeu com anteriores encontros, a agenda desta reunião a sós entre o primeiro-ministro e o secretário-geral do PS não foi revelada.

António José Seguro tem acusado o executivo PSD/CDS-PP de estar a quebrar o consenso com o PS em matéria europeia e na semana passada, em entrevista à TVI, revelou que não falava com Passos Coelho há "mais de dois meses".

Esta semana, o PS voltou a apresentar no Parlamento um projeto de resolução para que o Governo apoie "um ato adicional ao tratado orçamental para o crescimento e o emprego", que os socialistas consideram ser uma "condição essencial para a superação da crise na zona euro e em Portugal".

Esse projeto de resolução recomenda também "a reavaliação e revisão" do Documento de Estratégia Orçamental e repudia o processo adotado pelo Governo para a aprovação desse documento, "sem consulta prévia a qualquer partido da oposição".

O anterior projeto de resolução apresentado pelo PS para a inclusão de "um ato adicional" ao Tratado sobre Estabilidade, Coordenação e Governação na União Económica e Monetária com medidas "para o crescimento e o emprego" foi chumbado pela maioria PSD/CDS-PP, há cerca de um mês.

Por outro lado, na entrevista que deu à TVI na semana passada, Seguro afirmou que os socialistas já se sentiram "mais vinculados" ao Programa de Assistência Económica e Financeira a Portugal, contestando "muitas das atualizações" feitas pelo Governo a esse programa "sem respeitar as opiniões do PS".

O secretário-geral do PS reiterou a ideia de que o executivo está a seguir uma política de austeridade excessiva e declarou-se "disponível para ir para a rua à frente de qualquer manifestação" em defesa da saúde pública.

Por sua vez, o líder parlamentar do PS, Carlos Zorrinho, no seu discurso nas comemorações do 25 de Abril, advertiu para a possibilidade de os socialistas fazerem uma "rutura democrática" com o Governo.

Desde que Seguro assumiu a liderança do PS, em julho do ano passado, foram públicos cinco encontros seus a sós com Passos Coelho, todos na residência oficial do primeiro-ministro, em São Bento, Lisboa: nos dias 26 de setembro, 11 de outubro, 21 de dezembro, 27 de janeiro e 14 de fevereiro.