Política

Passos espera ver Juncker nomeado para presidente da CE

Passos espera ver Juncker nomeado para presidente da CE

O primeiro-ministro português, Pedro Passos Coelho, afirmou, esta sexta-feira, ter "a expectativa" de que da próxima reunião do Conselho Europeu saia a nomeação de Jean-Claude Juncker para presidente da Comissão Europeia.

Durante um debate preparatório da reunião do Conselho Europeu de 26 e 27 de junho, na Assembleia da República, Pedro Passos Coelho acrescentou ter "a intuição" de que essa "será também a perceção da generalidade dos chefes de Estado e de Governo" da União Europeia.

Referindo que Juncker foi o candidato apoiado pelo Partido Popular Europeu (PPE) para presidente da Comissão Europeia, o chefe do executivo PSD/CDS-PP considerou "natural que a primeira tentativa junto do Parlamento Europeu seja a de apontar aquele que foi escolhido pelo grupo parlamentar que reuniu maior representatividade" nas eleições europeias de 25 de maio.

"Estou convencido de que Jean-Claude Juncker será um excelente presidente da Comissão Europeia, sucedendo assim ao presidente Durão Barroso, que ocupou esse lugar nos últimos dez anos", disse.

Antes, Pedro Passos Coelho referiu que a indicação do candidato apoiado pelo grupo parlamentar com maior representatividade no Parlamento Europeu não constitui "uma obrigação dos tratados", mas é "um compromisso de todos os grupos parlamentares perante os eleitores".

Na sua intervenção inicial neste debate, o primeiro-ministro reiterou a defesa por parte do Governo português de "um verdadeiro mercado interno de energia".

A este propósito, mencionou o documento elaborado em conjunto com os governos de Espanha e da Polónia a favor da conclusão "urgente" de infraestruturas de interconexão que ponham fim às "ilhas energéticas" na União Europeia.