Política

Paulo Portas quer ficar com diplomacia económica

Paulo Portas quer ficar com diplomacia económica

Paulo Portas, tido como o próximo vice-primeiro-ministro, não quer abdicar da diplomacia económica que exercia enquanto ministro dos Negócios Estrangeiros, pasta que deverá ser ocupada pelo embaixador Nuno Brito. Uma condição colocada pelo líder do CDS-PP que não está a ser bem acolhida no interior do PSD e pode vir a ser mais um foco de tensão na coligação.

Ainda no âmbito da remodelação governamental, Pires de Lima, presidente da mesa da Assembleia Geral do CDS-PP, deverá acumular a pasta da Economia com o cargo de ministro de Estado, reforçando assim o poder do partido de Portas no próximo Governo, caso o presidente da República aceite a proposta que lhe foi entregue por Passos Coelho na passada semana

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG