O Jogo ao Vivo

Política

Pires de Lima diz que Governo tem condições para vencer legislativas

Pires de Lima diz que Governo tem condições para vencer legislativas

O ministro da Economia, António Pires de Lima, disse esta segunda-feira, em Lisboa, sobre resultados das eleições europeias, que o Governo está "em condições de vencer as próximas eleições legislativas" no país, previstas para 2015. »»» Conheça os deputados portugueses eleitos »»» Leia também Frente Nacional provoca terramoto político em França e veja a composição do Parlamento Europeu, que pela primeira vez vai ter um representante do partido neonazi alemão.

"Os resultados de ontem [domingo] demonstram que o PSD/CDS - os partidos que apoiam o Governo - estão em condições de poder vencer o desafio com que todos vamos estar confrontados nas eleições legislativas a realizar em outubro de 2015", disse Pires de Lima, questionado pelos jornalistas sobre o resultado das eleições europeias, que deram mais mandatos ao PS.

Pires de Lima escusou-se a comentar a elevada abstenção nestas eleições, que atingiu um novo recorde, com um valor de 66,09 por cento, o mais elevado de sempre em Portugal.

O ministro falava aos jornalistas no final de uma apresentação do programa Ano do Design Português, que decorreu no Palácio Foz, com a presença do secretário de Estado da Cultura, Jorge Barreto Xavier, o presidente do Turismo de Portugal, João Cotrim de Figueiredo e a presidente do Instituto Camões, Ana Paula Laborinho.

O PS é o partido com mais mandatos nas eleições europeias de domingo depois de apurados os resultados em todas as 3.092 freguesias de Portugal e em 54 dos 71 consulados, segundo dados da Direção Geral de Administração Interna (DGAI).

Os resultados indicam sete deputados (31,45%) para o PS, seis (27,71%) para a Aliança Portugal (PSD/CDS-PP), dois (12,68%) para a CDU (PCP-PEV), um (7,15%) para o Partido da Terra (MPT) e outro (4,56%) para a Bloco de Esquerda, faltando atribuir quatro dos 21 mandatos de Portugal no Parlamento Europeu, que dependem dos resultados no estrangeiro.