Presidente da República

Presidente da República considera-se o "provedor do povo"

Presidente da República considera-se o "provedor do povo"

O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, afirmou-se este sábado como o "provedor do povo", garantindo que recebe mensalmente mais de três mil cartas em que os portugueses lhe dão conta das suas incertezas, angústias e ambições.

"O Presidente da República é o provedor das incertezas, das angústias mas também das ambições do nosso povo. O PR é, de facto, o provedor do povo", sublinhou Cavaco Silva em Vila Nova de Famalicão.

O chefe de Estado disse que tem sempre a preocupação de "dar a todos uma resposta", embora nem sempre seja possível "ajudar a resolver os problemas" que lhe são apresentados.

PUB

"Sou presidente do povo. Vim do povo e até ao fim do meu mandato serei Presidente do povo. Não distingo entre a grande cidade, a vila, a freguesia ou a aldeia", acrescentou Cavaco Silva, que foi reeleito para um segundo mandato a 23 de Janeiro de 2011.

Cavaco Silva falava em Vila Nova de Famalicão, durante a inauguração da Casa de Esmeriz, um edifício onde funciona a nova sede da junta de freguesia e ainda espaços socioculturais, com destaque para um auditório multifunções com capacidade para 150 pessoas.

O Presidente destacou esta multifuncionalidade, que transforma o edifício "não apenas na casa do poder", mas sim "na casa de todos, na casa da democracia, com condições para acolher o povo".

"Afasta a ideia da separação entre eleitores e eleitos", referiu.

A Casa de Esmeriz assenta em 124 pilares inclinados, que Cavaco Silva disse simbolizarem "a força, os braços das gentes" da freguesia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG