Política

Principal problema de Portugal "é a baixa produtividade" , diz ex-ministro PSD

Principal problema de Portugal "é a baixa produtividade" , diz ex-ministro PSD

O principal problema de Portugal é a baixa produtividade que se arrasta há décadas, sustentou, quinta-feira, em Leiria, o antigo ministro da Saúde Luís Filipe Pereira.

"Tem-se falado pouco nisso, mas a baixa produtividade é o problema essencial no país", disse o ex-governante durante uma conferência promovida pela Nerlei - Associação Empresarial da Região de Leiria, na qual discursou sobre "A importância da estratégia nas PME".

O ex-presidente da Efacec, que também já ocupou pastas governativas como a secretaria de Estado da Energia e da Segurança Social, admitiu, contudo, que, para já, "é premente resolver o problema financeiro" nacional.

Luís Filipe Pereira defendeu ainda que "a internacionalização pode ser uma das respostas para o crescimento do país" e que "a exportação torna-se inevitável", sobretudo quando "parte do mercado interno [português] está a morrer".

As declarações foram proferidas numa iniciativa da Nerlei que serviu para apresentar a estratégia da Associação Empresarial, cujo objetivo passa por "transformar o distrito numa das quatro regiões mais atrativas, económica e socialmente prósperas e competitivas de Portugal em 2020".

O documento com a estratégia foi aprovado hoje em Assembleia-Geral extraordinária, num momento em que "o país está sem rumo e à deriva", na certeza de que "é preciso mudar já para evitar transformações dolorosas", sustentou o presidente da Nerlei, Jorge Santos.

Com o 'slogan' "Agregar para desenvolver", a estratégia para os próximos oito anos passa por aumentar o poder de influência e a participação nas decisões políticas regionais.

"Temos que ser senhores do nosso destino", defendeu o presidente da associação empresarial de Leiria.

Outras Notícias