Política

PS acusa Marcelo Rebelo de Sousa de "faltar à verdade"

PS acusa Marcelo Rebelo de Sousa de "faltar à verdade"

O Secretariado Nacional do PS acusou esta noite Marcelo Rebelo de Sousa de "faltar à verdade" no seu comentário político deste domingo na TVI.

Em comunicado, os socialistas criticam o social-democrata por "interpretar e fazer juízos de valor e de intenções sobre o caráter e motivações do secretário-geral do PS", António José Seguro.

No seu espaço de comentário político na TVI, transmitido esta noite, Marcelo Rebelo de Sousa criticou a alteração dos estatutos do PS, aprovada na reunião da comissão política nacional realizada no sábado.

"Um líder forte não precisa da golpaça de fazer revisões de estatutos, violando os estatutos. (...) Se o homem faz isto enquanto é líder da oposição, o que fará quando for primeiro-ministro?", questionou Marcelo Rebelo de Sousa, que comparou ainda Seguro com José Sócrates, anterior secretário-geral do PS, dizendo: "[Seguro] faz uma tropelia aos estatutos que nem Sócrates conseguiu fazer."

Em reação a estas declarações, o PS acusou Marcelo Rebelo de Sousa de denegrir o "bom nome e reputação" de António José Seguro, "atentando contra a sua integridade moral e imagem de cidadão e de político, com base em pressupostos e factos falsos".

Em sequência, os socialistas comunicam que vão "formalizar a solicitação do direito de resposta/retificação à TVI (o qual já foi solicitado telefonicamente)".

"A comissão nacional do PS aprovou os estatutos, porque tinha o dever de o fazer. Tinha um mandato expresso do congresso, correspondia a um compromisso político do secretário-geral. O processo de elaboração dos novos estatutos foi transparente e participado", frisam os socialistas.

Outras Notícias