PS

PS disponível para reduzir subvenções dos partidos e das campanha eleitorais

PS disponível para reduzir subvenções dos partidos e das campanha eleitorais

O PS manifestou-se disponível para trabalhar em conjunto com as outras bancadas parlamentares para reduzir os montantes destinados ao financiamento dos partidos e das campanhas eleitorais, salientando que já no ano passado apresentou iniciativas nesse sentido.

A posição dos socialistas foi transmitida pelo líder do Grupo Parlamentar, Carlos Zorrinho, depois de PSD e CDS terem apresentado um projeto de lei para reduzir em mais 10% o montante das subvenções dos partidos e das campanhas.

Segundo as estimativas da maioria governamental, caso este diploma seja aprovado, gera-se uma poupança estimada em mais de 23 milhões de euros até 2016.

A iniciativa legislativa, que acresce ao corte de 10% no financiamento dos partidos e das campanhas eleitorais realizado em 2010, estabelece ainda que apenas 25% da subvenção pode ser canalizada para despesas com 'outdoors'.

Na reação a estas medidas propostas por social-democratas e democratas-cristãos, Carlos Zorrinho afirmou que o PS "concorda com o princípio de que no esforço nacional de contenção também as subvenções para os partidos e campanhas eleitorais devem ser contidas".

"Aliás, no ano passado, o PS apresentou iniciativas nesse sentido. Manifestamos a nossa disponibilidade para, desde já, trabalhar com os outros partidos para que se encontre rapidamente a solução legal adequada", acrescentou.