troika

PS quer saber se Governo está a negociar "mini-memorando" com o FMI

PS quer saber se Governo está a negociar "mini-memorando" com o FMI

O PS quer saber se o Governo está a negociar um "mini-memorando" com o Fundo Monetário Internacional, e diz que esta dúvida merece resposta "ainda hoje" por parte do executivo.

"Hoje há uma pergunta que se impõe. E a pergunta é: está ou não o Governo português, o Governo do nosso país, nas costas dos portugueses, a negociar um mini-memorando com o FMI ?", interrogou Eurico Brilhante Dias, membro do Secretariado Nacional do PS, em declarações aos jornalistas na sede do partido, em Lisboa.

O socialista falava depois de o jornal online Observador ter noticiado que o Governo estará em diálogo com o FMI para pedir uma extensão do programa de assistência financeira devido a decisões do Tribunal Constitucional (TC).

O PS, lembrou Eurico Brilhante Dias, "clama" desde o começo de maio, quando o primeiro-ministro anunciou a "presumível saída limpa", para que o Governo "seja claro" e diga quais os compromissos que assumiu na carta enviada ao Fundo.

O dirigente socialista advoga que o "mini-memorando" que Portugal poderá estar a negociar com o FMI terá condições em matéria de salários da função pública, revisão da lei laboral e cortes nas pensões, entre outros.

"Sabemos que esse mini-memorando, ou essa carta de intenções, terá um conjunto de obrigações que vinculam Portugal. Mas continuamos sem saber quais são essas condições", ressalvou, insistindo que o Governo tem de esclarecer os portugueses "ainda hoje".