Política

Seguro defende alívio dos sacrifícios face à descida dos juros

Seguro defende alívio dos sacrifícios face à descida dos juros

O secretário-geral do PS disse, esta quarta-feira, que a emissão de dívida a 10 anos é "uma boa notícia" para Portugal, mas defendeu que a descida de taxas de juro para o país deveria significar o aliviar dos sacrifícios dos portugueses.

"A emissão de dívida a 10 anos é uma boa noticia para o nosso país, o que prova que eu sempre tive razão quando defendi que o Banco Central Europeu (BCE) devia agir", afirmou Seguro em Barcelos, à margem da visita a uma fábrica têxtil.

O líder do PS acrescentou que a intervenção do BCE para combater a especulação dos mercados financeiros sempre foi a "pedra de toque" do seu discurso. "O BCE pode e deve ajudar a combater a especulação dos mercados financeiros", sublinhou.

Portugal colocou 975 milhões de euros em Obrigações de Tesouro (OT) a dez anos à taxa de juro média de 3,2524%, menos 0,3228 pontos percentuais que no anterior leilão comparável de abril, foi anunciado.

O líder do PS disse que fica "muito contente" quando as taxas de juro para Portugal baixam, "porque isso significa - ou significaria, se este Governo fosse sensível - aliviar os sacrifícios dos portugueses".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG