escolas

Seguro preocupado com crianças subnutridas em escolas públicas

Seguro preocupado com crianças subnutridas em escolas públicas

O secretário-geral do PS, António José Seguro, expressou a sua preocupação com o estado de subnutrição com "que chegam muitas crianças" aos estabelecimentos de ensino e com uma escola pública "que reproduz desigualdades sociais".

"Naturalmente que fico muito preocupado com o estado em que muitas crianças chegam às escolas no que diz respeito às condições de nutrição, (...) sobretudo à segunda-feira", algo que "não deveria acontecer", sublinhou o líder do PS no final de uma reunião com professores na Marinha Grande, referindo-se a situações relatadas pelos docentes durante o encontro.

"A minha preocupação central é que eu hoje sinto, ao contrário do passado e do esforço que o país fez para ter uma escola que combata as desigualdades sociais, é uma escola que reproduz as desigualdades sociais", salientou.

Uma situação inaceitável para o socialista, "porque a função da escola pública é precisamente a de combater as desigualdades sociais, proporcionando condições de formação e de educação de todas as crianças, independentemente do local onde residem ou do dinheiro que as suas famílias têm".

O secretário-geral do PS afirmou ter saído do encontro com os professores "bastante preocupado (...), porque a escola representa a sociedade e há hoje um conjunto de problemas que existem na sociedade e que vão desabar na escola".

A aposta na autonomia das escolas e nas novas tecnologias, o reforço do papel do professor e o investimento na estabilidade dos estabelecimentos de ensino foram algumas das ideias defendidas por António José Seguro, que voltou a frisar a importância dos Centros de Novas Oportunidades, "com que, na prática, o Governo acabou".

As declarações do líder nacional do PS foram produzidas no final de um encontro que decorreu na Escola Secundária Engenheiro Acácio Calazans Duarte, que concluiu a visita realizada aos distritos de Santarém e Leiria, integrada no programa "As Pessoas Estão Primeiro", com o qual Seguro pretende fazer o levantamento "dos graves problemas que afetam os cidadãos", em vários contactos pelo país.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG