PS

Seguro vai propôr à troika apoios para as PME

Seguro vai propôr à troika apoios para as PME

O PS vai propôr à troika a adoção de um programa de apoio às Pequenas e Médias Empresas no valor mínimo de três mil milhões de euros. O anúncio foi feito pelo líder socialista, no debate do Estado da Nação, no Parlamento, que rejeitou ser parceiro do Governo para o próximo Orçamento do Estado.

António José Seguro afirmou que irá fazer a proposta em Agosto, no âmbito da quinta avaliação do cumprimento do memorando da troika.

Esse financiamento às Pequenas e Médias Empresas (PME) seria efetuado com os fundos não utilizados de recapitalização da Banca e com o apoio do Bano Europeu de Investimento.

Na sua intervenção no plenário, o líder dos socialistas respondeu com uma negativa ao desafio que tinha sido lançado por Passos Coelho para que o PS colaborasse na negociação do Orçamento do Estado para 2013. Sem dar uma resposta direta, Seguro assumiu o papel de líder da alternativa ao Governo e foi claro ao dizer que as escolhas do primeiro-ministro "não são nem serão as escolhas do PS".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG