Concelho Santa Comba Dão

Apresentada queixa contra agente da PSP por alegada tentativa de violação

Apresentada queixa contra agente da PSP por alegada tentativa de violação

A GNR está a investigar uma queixa apresentada por uma mulher de 37 anos, residente em Santa Comba Dão, contra um agente da PSP por alegadamente a ter tentado violar.

O responsável pelas Relações Públicas da GNR de Viseu, Paulo Fernandes, confirmou à Agência Lusa que a mulher se queixou de ter sido vítima de tentativa de violação quando estava em casa, numa noite de meados de fevereiro.

"A GNR foi chamada ao local e efetivamente identificou um cidadão que estava lá", contou, acrescentando que este "é agente da PSP, em Lisboa".

Paulo Fernandes disse não ser possível adiantar pormenores, atendendo à natureza do crime.

"Notificámos a cidadã para ir ao Instituto de Medicina Legal e, porque não encontrámos uma situação aparente de flagrante delito, identificámos o cidadão e levantámos o respetivo auto para tribunal", referiu.

A alegada vítima está estabelecida na cidade de Santa Comba Dão e vive com o filho de 11 anos.

A mulher disse que, naquela noite, o filho tinha saído com o pai, tendo-lhe este telefonado a avisar que estava prestes a chegar, cerca das 23 horas.

PUB

Acrescentou que, cerca de "cinco/sete minutos depois" tocou a campainha e, pensando que era o filho, abriu a porta, mas quem entrou foi o agente da PSP.

"Ele às vezes ao final do dia mandava-me uma mensagem a dizer 'gosto muito de ti, quero estar contigo'. E eu respondia 'eu não'", contou.

Segundo a mulher, o homem tentou violá-la primeiro no corredor e depois no quarto e foi quando o filho tocou à campainha que aproveitou para fugir para a garagem, descalça, e ligar à GNR através do telemóvel. Depois esperou na rua até à chegada da patrulha.

"Quando entrámos a casa com a GNR ele estava sentado no quarto do meu filho. Se estivesse arrependido tinha tido tempo de ir embora", acrescentou a mulher.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG