O Jogo ao Vivo

segurança

Casal assassinado na Suíça fez 260 quilómetros para fugir de homicida

Casal assassinado na Suíça fez 260 quilómetros para fugir de homicida

Jerónimo e Lídia, o casal assassinado na Suíça, viviam em Schuls, perto da fronteira com o Liechtenstein, mas mudaram-se para Wilderswil, a cerca de 260 quilómetros, para fugir das perseguições de Alípio.

Antes de viverem em Wilderswil, onde acabariam por ser assassinados por Alípio Pereira, na passada segunda-feira, Lídia Leitão Pereira, 42 anos, e Jerónimo Pereira, de 50, viviam na zona de Schuls, não muito longe do Liechtenstein. Trocaram de vida, de trabalho, de casa e levaram os três filhos porque já não suportavam as ameaças de Alípio, de 52 anos.

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG